21.08.2018 | 15h54

Eurasia: Bolsonaro e Haddad no 2º turno

Na visão da Eurasia, consultoria internacional especializada em riscos políticos, as últimas pesquisas mostraram a consolidação de Jair Bolsonaro na liderança da corrida eleitoral e a tendência de disputa do segundo turno entre ele e um candidato petista, provavelmente Fernando Haddad. Para a Eurasia, Bolsonaro roubou parte dos votos tucanos em Estados em que o PSDB foi bem em 2014, enquanto Lula, mesmo preso e impedido de participar do pleito, tem condições de transferir votos a Haddad, que também deverá ser beneficiado com a propaganda na TV.

“A base de Bolsonaro parece ter se solidificado. Não apenas seu apoio espontâneo é de 15%, mas 70,7%
dos apoiadores de Bolsonaro dizem que seu apoio a ele ‘definitivamente não mudará'”, diz o relatório enviado pela  Eurasia aos clientes, segundo o site InfoMoney. Isso sugere que essa eleição tem dois polos fortes: Bolsonaro em um lado e o PT liderado por Lula no outro, que tem grande potencial para elevar Fernando Haddad na campanha.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO