05.12.2018 | 21h11

Eunício barra urgência sobre eleição aberta no Senado

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, deu um jeito de barrar o requerimento de urgência para que fosse a plenário a possibilidade de votação aberta para a presidência da Casa. Apesar da insistência do senador Lasier Martins (autor do PRS 53/2018), Eunício argumentou que o plenário não poderia deliberar sobre uma eventual mudança do Regimento Interno sem que o projeto fosse debatido pelas comissões. O PRS foi encaminhado para a CCJ.

Rolou até uma discussão acalorada entre Eunício e Lasier, onde o emedebista mandou o colega “ler o regimento” como ele leu. Lasier argumentou que  desde 2013 a Constituição Federal permite ao plenário decidir quais de suas votações são secretas ou não. Como mostrou a editora do BR18, Vera Magalhães, em sua coluna no Estadão nesta quarta-feira, o voto secreto é um dos poucos trunfos de Renan Calheiros para tentar conquistar novamente a presidência do Senado.


VOLTAR PARA O ESTADÃO