04.11.2018 | 18h23

EUA, Chile e Colômbia preferidos

A política externa do presidente eleito Jair Bolsonaro pode dar preferência a três vias nas Américas: Chile, Colômbia e EUA. Segundo pesquisadores ouvidos pelo Globo, o Brasil deverá resgatar sua posição de destaque perdida lá em junho de 2013. Para eles, a presença de ex-militares no governo pode reforçar o time dos vizinhos na linha de frente da guerra contra o narcotráfico. A união com países de governantes conservadores pode, ainda, insuflar ânimos contra a Venezuela.


VOLTAR PARA O ESTADÃO