06.02.2019 | 13h58

Estudo de funcionário da Vale alertou sobre barragem

Há nove anos, num texto de dissertação de mestrado na Universidade Federal de Ouro Preto, um funcionário da Vale alertou para o risco de que a Barragem 1 de Córrego de Feijão, em Brumadinho, corria risco de liquefação.

No trabalho, Washington Pirete da Silva, autor da dissertação, tinha o objetivo de apresentar propostas para reduzir o risco de liquefação. A Vale, em nota, disse que a “dissertação citada, concluída em 2010, concluiu que a Barragem I do Córrego do Feijão atendia aos níveis de segurança propostos pela metodologia aplicada”, informou o Globo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO