27.02.2019 | 15h17

Estudantes respondem MEC com campanha nas redes

Em resposta ao e-mail em que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, pede que as escolas enviem filmagens de alunos cantando o hino, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) lançou uma campanha para alunos e professores registrarem problemas de escolas degradadas. Além disso, os professores também foram estimulados a fotografarem seus contracheques.Imagens e vídeos ligados ao movimento estão sendo postados na internet com a hashtag #MinhaEscolaDeVerdade. A Ubes recomenda que as gravações sejam encaminhadas a um e-mail do Ministério da Educação, informou o Globo.


“Vamos mostrar os verdadeiros problemas na sala de aula, que é a goteira no teto da nossa sala, que é a sala de aula sem professor, porque não pagam salário, que é a quadra e a biblioteca fechadas porque não têm manutenção, que é o chão rachado da nossa escola, que é a nossa escola sem merenda”, enumera Pedro Gorki, presidente da Ubes, na página da entidade no Facebook.

VOLTAR PARA O ESTADÃO