18.02.2019 | 15h25

Estrelismo no PSL vai atrapalhar o governo?

Reportagem da Folha desta segunda-feira, 18, aponta que o estrelismo entre os deputados do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, é uma das grandes ameaças ao governo na Câmara. A primeira demonstração desta tese ocorreu logo na abertura das atividades no Legislativo, quando o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), convocou uma reunião de líderes para negociar a reforma, mas nem ele compareceu.

O diagnóstico é de que na bancada do partido do presidente da República, diversos deputados jogam sozinhos. Isso, em tempos turbulentos de início de mandato, em que o principal objetivo deveria ser aprovar a reforma da Previdência, a bancada deu mostras até agora de que será um obstáculo para o Palácio do Planalto.


VOLTAR PARA O ESTADÃO