25.08.2018 | 15h58

Estratégia pode ‘calar’ Bolsonaro na TV

A provável “estratégia” de Jair Bolsonaro de não ir nos debates entre os presidenciáveis animou alguns de seus rivais na corrida pelo Palácio do Planalto, diz o Painel da Folha. Com apenas oito segundos no horário eleitoral, mais 11 inserções, o deputado corre o risco de “sumir” da televisão bem no momento em que adversários, como o tucano Geraldo Alckmin, vão utilizar seu tempo na TV para atacar o discurso do candidato do PSL.


VOLTAR PARA O ESTADÃO