24.09.2018 | 13h34

‘Esse não chamou o Meirelles’

Geraldo Alckmin não vê problema na possível negociação do apoio de seu fiador, o Centrão, a seus adversários de campanha no segundo turno. “Também recebo apoio de pessoas que não estão na minha coligação. O governador de Santa Catarina (Eduardo Moreira) me apoia e é do MDB. Fizemos campanha em Criciúma, Santa Catarina”, disse nesta segunda, 24. “Esse não chamou o (Henrique) Meirelles”, emendou, depois de provocado por um dos entrevistadores, informa o Broadcast Político.


VOLTAR PARA O ESTADÃO