16.02.2019 | 10h57

Esquema de Cabral ainda gera prisões no Rio

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral está preso desde 2016, mas desdobramentos do esquema de irregularidades que o envolviam ainda seguem provocando prisões no Estado. Nesta sexta, o ex-secretário estadual da Casa Civil Régis Fichtner foi novamente preso  por causa de investigações da Lava Jato no Rio. É a segunda vez que Fichtner tem sua prisão pedida e, segundo reportagem da Folha, ele “é apontado como o braço jurídico da quadrilha do ex-governador Sérgio Cabral (MDB)”.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo ​Bretas depois que o Ministério Público alegou que haveria indícios de que o ex-secretário tinha destruído provas.

 


Mais conteúdo sobre:

Sérgio Cabral
VOLTAR PARA O ESTADÃO