29.03.2018 | 06h47

Escolta reforçada para Fachin

O ministro do STF, Edson Fachin, cuja família está sendo de ameaças, terá a sua escolta permanente reforçada, de acordo com informação publicada pelo Estadão nesta quinta-feira, 29.

A presidente da Corte, Cármen Lúcia, autorizou o aumento do número de agentes e encaminhou ofício para todos os colegas do Supremo sobre a necessidade de ampliar a segurança. Atualmente, cerca de 90 magistrados de todo o País estão sob escolta. / J.F.


Mais conteúdo sobre:

STFEdson FachinCármem Lúcia
VOLTAR PARA O ESTADÃO