14.03.2019 | 12h36

Escola terá atividades de apoio psicológico

O Governo de São Paulo e a prefeitura de Suzano reuniram profissionais do Instituto de Psicologia da USP para acompanhar os familiares das vítimas, professores, outros funcionários e alunos da Escola Professor Raul Brasil de Suzano (SP) após o tiroteio que resultou na morte de sete pessoas da instituição, cinco meninos e duas funcionárias, além do tio de um dos atiradores assassinos. Na segunda que vem, 18, a escola será reaberta para professores e funcionários.

No dia seguinte, “a unidade será reaberta para comunidade de pais, alunos e professores participarem de projetos pedagógicos na escola. Serão atividades livres, oficinais, apoio psicológico, rodas de conversa, depoimentos e compartilhamento de boas práticas, entre outras atividades”, acrescenta. A escola também vai receber nova pintura.


Mais conteúdo sobre:

Suzanotiroteio
VOLTAR PARA O ESTADÃO