31.10.2018 | 06h49

Escola sem Partido em pauta

A Câmara pode votar nesta quarta-feira o projeto Escola sem Partido, uma das bandeiras de campanha de Jair Bolsonaro. Se aprovado na comissão em que será discutido, ele é terminativo, isto é, segue direto para a análise do Senado. Só terá de passar pelo plenário da Câmara se houver um requerimento assinado por 52 deputados.

O projeto proíbe que se abordem questões de gênero na escola e estabelece diretrizes que têm de ser seguidas pelos professores, entre as quais está a de não promover “cooptação” ideológica dos alunos. A oposição vai tentar obstruir a votação.


VOLTAR PARA O ESTADÃO