26.02.2019 | 08h43

Escola sem partido critica recomendação do MEC

O movimento Escola sem Partido criticou a medida do MEC revelada na segunda-feira, 25, pelo Estadão, de enviar uma carta às escolas pedindo para que filmagens sejam feitas de crianças cantando o hino nacional e dizendo o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro.


No texto, o movimento diz que o problema não está em cantar o hino e filmar as crianças, mas sim no uso do slogan. O movimento comparou a atitude à postura da gestão petista em 2002.

VOLTAR PARA O ESTADÃO