21.02.2019 | 08h26

Erro de estratégia?

O colunista Bruno Boghossian traça um comparativo entre os pontos rigorosos do texto de reforma da Previdência apresentado pelo ex-presidente Michel Temer ao Congresso e do entregue na quarta-feira, 20, pelo presidente Jair Bolsonaro aos chefes e Câmara e Senado. Segundo o colunista, Bolsonaro corre o risco de repetir erros do passado.

“Bolsonaro adotou uma estratégia conhecida. Ofereceu um pacote sabidamente rigoroso para medir a resistência dos parlamentares e, depois, fazer concessões para agradá-los. O governo, no entanto, pode ter escolhido mal os pedaços de gordura que serão cortados. Parte dos políticos ficará encurralada antes que esse processo chegue ao fim”, escreveu na Folha.


VOLTAR PARA O ESTADÃO