28.03.2019 | 15h34

Errar na educação é ainda mais caro

“Que o governo tem errado em muitas áreas não é novidade, mas ele não tem se dado conta da gravidade que é errar em educação. O Ministério está parado. Não toma decisões e gasta todas as energias e as horas vivendo crises que ele mesmo cria”, escreveu Míriam Leitão no Globo.

A colunista aponta que em nenhum outro setor os erros são tão perigosos quanto aqui. Para ela, o grupo que está no MEC não tem ideia alguma sobre os desafios da educação contemporânea.


VOLTAR PARA O ESTADÃO