26.02.2019 | 17h56

Ernesto explica ‘passada de pano’ para Coreia do Norte

Na última segunda-feira, o ministro Ernesto Araújo (um dos mais fiéis membros do núcleo olavista do governo) virou “meme” na internet ao “passar o pano” para o regime norte-coreano.  Em uma entrevista ao vivo para a Globonews ele tentou justificar “os dois pesos, duas medidas” do governo de Donald Trump (de quem o ministro é fã declarado) com Nicolás Maduro e Kim Jong-un. “O caso da Venezuela é um caso onde o regime oprime seu povo de maneira brutal. Não sei se (o caso da Coreia do Norte) tem necessariamente o mesmo grau de brutalidade que ocorreu neste final de semana”, disse.


Sobrou para o chanceler ir ao Twitter tentar se explicar diante da situação. “Para os venezuelanos e demais sul-americanos, a pior ditadura do mundo é a de Maduro na Venezuela. Aos que são oprimidos por esse regime ou aos seus vizinhos solidários, de nada adianta chegar e dizer: “alegrem-se, a Coreia do Norte está pior do que a Venezuela em um ranking”, afirmou.

Mais conteúdo sobre:

Ernesto AraújoCoreia do Norte
VOLTAR PARA O ESTADÃO