23.05.2018 | 14h24

Embate pela verba das mulheres

Enquanto parlamentares comemoram a determinação de que 30% do Fundo Eleitoral seja destinado a candidatura de mulheres, partidos questionam a decisão tomada pelo TSE. Reportagens do jornal O Globo relatam que PSB e Solidariedade contestam o poder do Tribunal de “legislar”.

Assim como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os presidentes de ambos os partidos dizem ser a favor da decisão, mas acreditam que ela não cabe ao TSE.


VOLTAR PARA O ESTADÃO