10.01.2019 | 19h41

Em dois dias, duas crises com os ‘ministros de Olavo’

São apenas dez dias de administração, mas o novo governo parece estar se especializando em produzir uma crise nova por dia. Mal refeito da polêmica sobre o edital dos livros didáticos, que abria brechas para publicação de erros, entre outros problemas, o governo de Jair Bolsonaro passou o dia tentando apagar o incêndio da crise da Apex. Nesta, o presidente da Apex, Alecsandro Carreiro, nega ter pedido demissão do cargo, apesar do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, ter anunciado pelo Twitter que tinha aceito seu pedido, tendo, inclusive, indicado seu substituto.

Não custa lembrar que tanto o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues, como Ernesto Araújo chegaram ao governo tendo seus nomes chancelados por Olavo de Carvalho. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Ernesto AraújoBolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO