09.10.2018 | 18h59

Em casa onde falta o pão…

Era mais do que óbvio que o PSDB tinha se transformado num caldeirão e que o pau ia cantar na reunião de hoje da Executiva Nacional. O partido teve a maior derrota eleitoral de sua história no domingo e chegou a hora do acerto de contas. E em casa onde falta o pão, no caso os votos, todo mundo briga e ninguém tem razão.

A despeito da lavação de roupa suja entre Geraldo Alckmin e João Doria, os tucanos precisam decidir que caminho vão seguir. A autoconfiança do PSDB fez com que o partido não corrigisse rumos e acabasse perdendo espaço entre o eleitor conservador para o PSL de Jair Bolsonaro. Com apenas 29 deputados e sem nenhum governo conquistado até agora, os tucanos dependem desesperadamente das vitórias no segundo turno para retomarem o pé. Não é se estraçalhando que isso vai ficar mais fácil. /M.M.

 


Mais conteúdo sobre:

PSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO