17.10.2018 | 18h31

‘Eleitorado de Bolsonaro não é multidão de fascistas’

O cientista político Fabio Ostermann, deputado estadual eleito pelo Novo no Rio Grande do Sul, afirmou nesta quarta-feira, 17, que, ao contrário do que acreditam os petistas, “o eleitorado de Bolsonaro não é formado por multidão de fascistas que de repente saiu do armário”. Segundo ele, “são em sua maioria pessoas indignadas com desordem, criminalidade e com a insistência do PT em querer libertar criminoso condenado e botar na Presidência”.

Integrante do movimento Livres, de orientação liberal, que se abrigava no PSL,  Ostermann trocou o partido pelo Novo após o ingresso de Bolsonaro na sigla, no início do ano. Suas palavras, portanto, expressam uma visão independente e mostram que não são só os bolsonaristas da gema que se incomodam com a questão. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO