13.08.2018 | 12h42

Eleitorado ao centro, candidatos polarizados

Enquanto os eleitores parecem se manter ao centro, a lógica do primeiro turno presidencial se organiza nos extremos, avalia Demétrio Magnoli no Globo. “De um lado, Ciro Gomes concorre com Fernando Haddad, o avatar de Lula, por um lugar no turno final. Do outro, Geraldo Alckmin concorre com Jair Bolsonaro pelo outro posto disponível no turno decisivo.”

O colunista ressalta que, nesse cenário, o voto por exclusão já dá as caras no primeiro turno e as taxas de rejeição são “devastadoras” para todos os candidatos viáveis.

 


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

polarização
VOLTAR PARA O ESTADÃO