26.10.2018 | 11h04

Eleição nas mãos do centro?

“O movimento de ponteiros na reta final do segundo turno indica um ajuste sutil na posição do eleitorado de centro. Os números do Datafolha mostram que Fernando Haddad ganhou terreno em redutos típicos do PT, mas também tirou pontos de Jair Bolsonaro (PSL) entre os eleitores mais ricos e escolarizados”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

O colunista avalia os resultados da última pesquisa Datafolha para afirmar que a dois dias das eleições, o quadro desenhado até aqui só deve mudar se a fatia de eleitores de centro pender para o mesmo lado.


VOLTAR PARA O ESTADÃO