03.10.2018 | 15h54

‘Eleição confusa’

“Analistas e pesquisadores concordam em que nunca houve uma eleição tão confusa, tão difícil de ser prevista. E tão bizarra, dizemos nós”, escreveu Zuenir Ventura no Globo. Para o colunista, esse cenário ocorre porque os dois candidatos que estão na liderança são os campeões de votos contra. Ou seja, os dois mais bem votados são também os mais rejeitados.


VOLTAR PARA O ESTADÃO