20.08.2018 | 14h50

‘Efetividade’ de 1% no Congresso

“Dos 10 mil projetos apresentados no Congresso nesta legislatura, menos de cem viraram lei; entre eles, o Dia do Humorista”, observa Eduardo Oinegue no jornal O Globo.

O jornalista discute a efetividade do Congresso Nacional quando o assunto é a criação de leis, não apenas a votação das matérias enviadas pelo governo, e conclui que a taxa de aproximadamente 1% é, ainda, praticamente inútil. Datas comemorativas e homenagens com a nomeação de ferrovias, aeroportos, rodovias e outros tomam conta da baixa produção das Casas.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

CongressoPoder Legislativo
VOLTAR PARA O ESTADÃO