13.01.2019 | 07h11

Eduardo Bolsonaro: ‘Ciao Battisti, a esquerda chora’

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) comemorou a prisão de Cesar Battisti, que aconteceu na noite de sábado, na Bolívia, e aproveitou para provocar os partidos de esquerda. Durante os governos petistas, o italiano acabou sendo acolhido no País, apesar de ter sido condenado na Itália pelo assassinato de quatro pessoas. Sua extradição para a Itália só foi assinada em dezembro de 2018 por Michel Temer.

“Assassinou policial, matou pai na frente do filho, atirou e deixou homem paralítico, foi condenado a prisão perpétua por 4 homicídios qualificados e fazia parte do grupo terrorista de esquerda na Itália PAC (Proletários Armados para o Comunismo). “Ciao Battisti”,a esquerda chora!”, postou Eduardo na sua conta do Twitter. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Cesare BattistiEduardo Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO