Edição extra do ‘DOU’ sem exoneração

18.02.2019 | 17h54

Edição extra do ‘DOU’ sem exoneração

A primeira edição extra do Diário Oficial da União não traz a exoneração do ministro Gustavo Bebianno, conforme previsto por interlocutores do Palácio do Planalto, após a crise deflagrada pelas suspeitas de que ele patrocinou candidaturas de fachada em Pernambuco e em Minas Gerais.

O titular da Secretaria-Geral da Presidência foi chamado de mentiroso pelo presidente da República, enquanto o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, também suspeito da mesma acusação, tem sido poupado. Na condição de presidente do PSL, Bebianno era responsável pelo repasse de verbas dos fundos Partidário e eleitoral às candidaturas. Ele, no entanto, responsabiliza os diretórios estaduais pela distribuição do dinheiro. Álvaro Antônio era presidente do PSL mineiro na ocasião.


Mais conteúdo sobre:

Gustavo Bebianno PSL Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO