20.09.2018 | 10h40

Economist: Bolsonaro é ‘risco à democracia’

Se Deus é brasileiro, deve ter saído de férias ao permitir que um candidato como Jair Bolsonaro lidere a disputa eleitoral, segundo a revista inglesa The Economist, que retrata o candidato como “um risco à sobrevivência da democracia do maior país da América Latina”.


A publicação fala que o deputado é um “xerife tolo (nonsense)”, com “preocupante admiração por ditaduras”, aconselhado por um “Chicago Boy” (Paulo Guedes), assim como o foi o ditador Augusto Pinochet, compara a revista. “Bolsonaro não é a pessoa” para levar a cabo as reformas que o País precisa, finaliza.

VOLTAR PARA O ESTADÃO