22.11.2018 | 14h27

E quando não assina?

Prestes a sancionar ou vetar o reajuste salarial de ministros do Supremo, no dia 28, o presidente Michel Temer falou nesta quinta, 22, sobre como se dá seu processo de assinatura de papeis, em evento ao lado do presidente do STF, Dias Toffoli, e do ministro Gilmar Mendes.

“Quando assino, assino com maior segurança e certeza que estou fazendo o melhor para o País. Quando aqui se sancionar uma lei, um ato normativo qualquer, nós estamos produzindo para o País”, disse.

 


Mais conteúdo sobre:

reajuste salarialMichel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO