04.01.2019 | 19h41

E foram só quatro dias de governo…

Nem completou uma semana e o governo de Jair Bolsonaro já tem uma boa coleção de figurinhas polêmicas para sua coleção. Um breve resumo: o governo começou sem o presidente pedir união e com um tratamento pouco simpático com os jornalistas que foram cobrir a posse. Passou pelas posses dos ministros na quarta-feira, na qual Sergio Moro e Paulo Guedes se destacaram positivamente, mas que teve também os “curiosos” discursos de Ernesto Araújo, Ricardo Vélez Rodriguez e Damares Alves trazendo Deus para o meio do balaio. A ministra das Mulheres, Família e Direitos Humanos entrou no olho do furação com a polêmica que não leva a lugar nenhum do “menino veste azul e menina veste rosa”.  E tudo que o presidente falou nas últimas 24 horas sobre o futuro econômico do País teve que ser desmentido no final desta sexta-feira pelo ministro da casa Civil, Onyx Lorenzoni, incluindo o aumento do IOF, a diminuição da alíquota do IR e a idade mínima desejada para a reforma da Previdência. Tudo isso em apenas quatro dias de governo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO