29.11.2018 | 16h46

É amor que chama?

O deputado federal eleito Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) iniciaram o dia com insultos mútuos no Twitter. O filho do presidente eleito postou primeiro que ele havia sido um dos primeiros parlamentares a defender o impeachment do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), preso nesta quinta, 29, no Rio.


Na sequência, Freixo reivindicou que eram ele e a bancada do PSOL os autores do pedido de afastamento do emedebista. Mais tarde, Carlos Bolsonaro defendeu o irmão com uma postagem feita por Freixo a partir de um perfil falso do presidente eleito. O contra-ataque do psolista foi mostrar uma espécie de santinho de Jair Bolsonaro de apoio a Aécio Neves e Pezão.

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO