31.03.2018 | 19h24

Dyogo no BNDES

Em meio aos desdobramentos da prisão de alguns de seus amigos mais próximos, o presidente Michel Temer decidiu neste sábado, 31, pela ida de Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento, para a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Oliveira ainda resiste à troca, mas, se deixar mesmo o Planejamento,  ele quer que o atual secretário executivo da Pasta, Esteves Colnago fique em seu lugar, para garantir a continuidade na gestão, segundo reportagem publicada pelo Estadão. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO