06.08.2018 | 15h52

Drummond de Manuela para Lula

Manuela D’Ávila utilizou um poema de Carlos Drummond de Andrade e uma foto apaixonada para explicar sua “decisão” de abandonar sua candidatura e ficar na “reserva do reserva” do PT.

“Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças
Entre eles, considero a enorme realidade
O presente é tão grande, não nos afastemos
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas”

https://twitter.com/ManuelaDavila/status/1026525597726597120


VOLTAR PARA O ESTADÃO