03.10.2018 | 00h06

Doria também sabe bater

João Doria não pediu direito de resposta, mas não perdeu a chance de responder a “dobradinha” de Luiz Marinho (PT) e Marcelo Cândido (PDT) para bater nele. O ex-prefeito utilizou a resposta para uma pergunta de Rodrigo Tavares para associar o pedetista ao PT e não poupou o Partido dos Trabalhadores.

“Esse candidato (Cândido) foi prefeito de Suzano e teve suas contas recusadas. Foi membro do PT. Boa aula de crime é frequentar o Partido dos Trabalhadores. Ele está com mandado de prisão, não poderia estar aqui. Minhas contas foram aprovadas na Embratur”, afirmou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO