08.03.2019 | 08h56

Doria: Mais um ‘equívoco’ de Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Doria, classificou como um “mais um equívoco, talvez verbal, de linguagem do presidente Bolsonaro” a declaração feita por Jair Bolsonaro na véspera de que a democracia só existe quando as Forças Armadas querem. Questionado em entrevista à rádio Jovem Pan se a democracia depende dos militares, respondeu: “Não, não depende. Aliás, hoje mesmo os jornais já reproduzem declarações de alguns generais que contradizem essa posição. Aí foi mais um equívoco, talvez verbal, de linguagem, do presidente Bolsonaro e, no contexto, talvez tenha sofrido uma interpretação rigorosa demais. Eles fazem parte da democracia, mas a democracia não depende dos militares”.

Questionado anteriormente por mim se ele partilhava a avaliação de Bolsonaro a respeito do Carnaval, manifestada no polêmico vídeo postado pelo presidente no Twitter, Doria respondeu: “Prefiro me abster desse comentário, porque eu teria de ser crítico e quero evitar”. Doria disse ser um “entusiasta” do Carnaval. “Entendo que houve um equívoco, mas prefiro me abster do comentário para não ser ácido na crítica.”/ V.M.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO