20.10.2018 | 08h42

Doria: ‘Eu perdoo Alckmin’

Após a maior munição para Márcio França ter sido proporcionada justamente por Geraldo Alckmin, João Doria, candidato do PSDB ao governo de São Paulo, tentou mostrar que não tem rancores de seu padrinho durante sabatina da RedeTV. O ex-prefeito disse que “perdoa” Alckmin por tê-lo chamado de “traidor” durante a reunião da executiva nacional do partido, realizada após a derrota do ex-governador no primeiro turno presidencial.

“Alckmin é uma pessoa de bem que fez o que pode em uma campanha difícil. Alguém que fica 35 dias rodando o Brasil e consegue menos de 5% dos votos tendo 42 anos de vida pública fica emocionalmente abalado. Eu perdoo o Geraldo por aquela reunião, aquilo não reflete o sentimento dele”, disse Doria.


VOLTAR PARA O ESTADÃO