07.11.2018 | 17h49

Doria como cabo de Bolsonaro

Se depender de João Doria, o PSDB sentará no colo de Jair Bolsonaro. Em almoço com a bancada do partido na Câmara nesta quarta, 7, ele pediu aos deputados que aprovem a reforma da Previdência, se possível ainda neste ano, e ajudem o presidente eleito a governar, informa Vera Rosa, do Estadão.

Em outro flanco, o presidente do PSDB, Geraldo Alckmin, não participou do encontro, mas estiveram lá Aécio Neves, eleito deputado, e o governador reeleito de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. O ex-presidenciável tucano conta com o apoio dos senadores Tasso Jereissati (CE) e José Serra (SP).

 


Mais conteúdo sobre:

João DoriaJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO