02.08.2018 | 13h15

‘Dois limites da democracia’

Eugênio Bucci discute, em texto no Estadão, dois “limites que comprimem a democracia brasileira”, dos quais Jair Bolsonaro tira proveito.

Primeiro, a exaltação da ditadura militar. “Enaltecer a tortura, tripudiar sobre o trauma da escravidão e pregar o ódio contra a política é tecer a destruição da democracia – não de qualquer democracia, mas precisamente da democracia real que conseguimos ter.” O segundo, a “privatização do espaço público” nas redes sociais, ” negócios privados cujos mecanismos são quase secretos.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO