16.03.2018 | 16h49

Dois dias depois, Bolsonaro segue mudo sobre Marielle

Jair Bolsonaro foi o único dos presidenciáveis a não dar sequer uma palavra sobre o assassinato de Marielle Franco. Sempre ativo nas redes sociais, o deputado do PSL ignorou o principal fato político e social da semana, que é afeito à sua cidade e à área em que concentra sua atuação: a segurança pública.

Até uma mensagem de condolências à família da vereadora do PSOL, postada por um de seus filhos, Flávio, no Twitter, foi apagada depois.

Por que o silêncio, deputado? /V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO