11.03.2019 | 17h33

Dodge arquiva suspeição de Gilmar

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decidiu arquivar o pedido de suspeição do ministro Gilmar Mendes nos casos que envolvem o ex-presidente da Dersa e suposto operador do PSDB, Paulo Vieira da Costa, o Paulo Preto. O pedido havia sido feita por procuradores da Força Tarefa da Lava Jato, que  Aloysio Nunes (ex-senador e ex-ministro das Relações Exteriores do governo Temer) procurou interferir junto ao ministro em habeas corpus para Viera da Costa. Dodge entendeu que o contato entre o ex-ministro “não revelou amizade íntima entre ambos, nem, do ponto de vista objetivo, influiu, nem determinou o juízo valorativo do magistrado em relação ao réu ou à causa”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO