15.08.2018 | 22h19

Documentos reforçam suspeitas contra Serra

Documentos enviados pelo governo suíço reforçam a suspeita de caixa dois na campanha do senador José Serra ao governo de São Paulo, em 2006. Segundo o Jornal Nacional, um dos documentos que já está em posse da Procuradoria-Geral da República é um e-mail de dezembro de 2007, no qual a filha do tucano, Verônica Allende Serra, autoriza a substituição de um administrador de uma conta que pertence a uma offshore no banco suíço Arner.


VOLTAR PARA O ESTADÃO