05.04.2018 | 18h37

Do Marcelo: PT vai ter de acelerar o plano B

A ordem de prisão dada pelo juiz Sérgio Moro contra Lula acaba com o clima de devaneios dentro do PT e faz com que o partido tenha de acelerar a execução do seu plano B.

Hoje, não há saída possível para o PT fora dos nomes de Fernando Haddad e Jaques Wagner. São duas alternativas que o partido julga viáveis desde que a inelegibilidade de Lula apontou no horizonte. O ex-presidente “martirizado pela Justiça golpista” será o combustível da campanha. Mas sabem que é preciso mais do que isso para chegar ao Planalto. /Marcelo de Moraes


Mais conteúdo sobre:

PTLulaEleições 2018
VOLTAR PARA O ESTADÃO