28.03.2018 | 15h34

Do Marcelo: Por que o TSE não pune quem incita ódio?

O TSE, que é responsável pelas eleições, deveria assumir seu papel de árbitro. Primeiro, deveria parar de fingir que campanhas explícitas são apenas pré-campanhas e punir quem avança o sinal (todos). Ou institucionalizar o “liberou geral”.

Mas, o mais importante: com as campanhas literalmente pegando fogo, deveria punir aquelas que incitarem o ódio e a intolerância. Seja de esquerda, centro ou direita. A ameaça de não poder concorrer talvez fizesse os candidatos conterem sua beligerância e a de seus seguidores. /Marcelo de Moraes


Mais conteúdo sobre:

TSEEleições 2018
VOLTAR PARA O ESTADÃO