26.10.2018 | 11h20

Do Marcelo: Clima de já ganhou atrapalha Bolsonaro

A vitória sólida no primeiro turno provocou alguns efeitos colaterais na campanha de Jair Bolsonaro: um clima de “já ganhou” por conta da vantagem sempre confortável contra Fernando Haddad e uma certa desmobilização de seus aliados. Em alguns casos, como em São Paulo, aliados de Bolsonaro passaram até mesmo a priorizar a disputa local, acertando acordos políticos a favor de João Doria ou de Márcio França.

A redução da vantagem sobre Haddad, apontada ontem pelo Datafolha, ainda não representa risco para o favoritismo de Bolsonaro, mas fez o candidato colocar as barbas de molho. Ele reuniu seus principais aliados, cobrou mobilização nos Estados, pediu que seu QG no Rio voltasse a se transformar num comitê de campanha em vez da equipe de transição em que tinha se transformado. Bolsonaro reuniu suas tropas para evitar qualquer susto que o afaste do caminho da rampa do Planalto. / Marcelo de Moraes


VOLTAR PARA O ESTADÃO