29.03.2018 | 09h26

Do Marcelo: chocolate amargo para Temer

No momento em que tenta colocar de pé uma candidatura presidencial, o movimento de Michel Temer foi atingido em pleno voo, com a prisão de três de seus melhores amigos: José Yunes, Coronel Lima e Wagner Rossi.

Temer já tinha colocado em curso o plano de mudança de imagem: a do reconstrutor do País. Mas as prisões o remetem de volta para as suspeitas com irregularidades. As mesmas que têm arrasado com sua popularidade. /Marcelo de Moraes


Mais conteúdo sobre:

Michel TemerDo Marcelo
VOLTAR PARA O ESTADÃO