23.05.2018 | 15h46

Do Fucs: Os preços dos combustíveis e o populismo

A afirmação do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), de que “entre os ‘Parentes’ e os consumidores vou ficar com os consumidores”, revela muito sobre o populismo predominante entre os políticos do País.

Em vez de aplaudirem a atitude do presidente da Petrobrás, Pedro Parente, de gerenciar a empresa com a filosofia da iniciativa privada, ajustando os preços dos combustíveis conforme as oscilações do mercado externo, eles defendem o uso da companhia como ferramenta de política econômica. No fundo, o que querem mesmo é que Petrobrás seja administrada como nos tempos de Lula e Dilma, quando eles a tungavam com a colaboração do Planalto e quase a levaram à bancarrota. / José Fucs

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO