06.08.2018 | 14h34

Do Fucs: O estrago do acordo com o PT no PSB

O acordo com o PT pode ter resolvido o problema do PSB em Pernambuco, o Estado com mais influência no partido, onde o governador Paulo Câmara, candidato à reeleição, era acossado pela petista Marília Arraes, que teve de abrir mão de sua candidatura ao governo estadual. Talvez tenha atendido também aos anseios de outros caciques do partido no Nordeste, como Ricardo Coutinho, governador da Paraíba, aliado “de carteirinha” de Lula.

No resto do País, porém, o acordo com o PT, que prevê alianças regionais e a “neutralidade” nas eleições presidenciais, causou grandes estragos no PSB. Em Estados importantes, como Minas Gerais e Espírito Santo, além do Distrito Federal, que defendiam uma aliança nacional com Ciro, do PDT, houve forte reação à capitulação ao PT. Em São Paulo, o governador Márcio França, candidato à reeleição, perdeu o apoio do PDT. Esse “racha”, provocado principalmente pela necessidade de acomodar interesses em Pernambuco, ainda vai dar muito o que falar e promete ter um impacto profundo no futuro do PSB. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO