23.10.2018 | 13h31

Do Fucs: O compromisso fiscal de Paulo Guedes (1)

A cinco dias das eleições, ainda há muitas dúvidas sobre o programa econômico que será implementado por Paulo Guedes, provável ministro da Economia, que reunirá a Fazenda e o Planejamento, se Jair Bolsonaro vencer mesmo a disputa no domingo, como indicam as pesquisas. Há vários pontos em aberto sobre as reformas da Previdência e tributária, a independência do Banco Central, as privatizações e tantas outras questões essenciais para a economia do País.

Mas, em pelo menos um aspecto, talvez o mais relevante de todos no atual quadro econômico, não deve haver questionamento: o comprometimento de Paulo Guedes com o equilíbrio fiscal — e não é de hoje, depois de aderir à candidatura de Bolsonaro, que ele defende a boa gestão das contas públicas. Quem conhece o trabalho e a trajetória de Paulo Guedes sabe que ele não entraria em nenhum governo sem liberdade para tomar as medidas necessárias para colocar as finanças públicas em ordem (clique aqui para ler a continuação da nota). / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO