26.09.2018 | 09h25

Do Fucs: A aversão a Haddad em São Paulo

A julgar pelos resultados da pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgados na terça-feira, 25, quem conhece Fernando Haddad não vota em Fernando Haddad. Segundo o levantamento, o presidenciável petista tem apenas 12% das intenções de voto no Estado de São Paulo. É menos até que os 16,7% recebidos em sua tentativa de se reeleger para a Prefeitura da Capital, em 2016, quando foi derrotado no primeiro turno pelo tucano João Doria.

Isso se explica, em boa medida, não apenas por Haddad ser do PT, cuja rejeição no Estado se multiplicou, e uma espécie de ventríloquo de Lula, mas pela desastrosa gestão que realizou como prefeito, rechaçada de forma veemente nas urnas. Diante desse quadro, não deixa de ser sinistro para grande parte dos paulistas — em especial para os paulistanos, que o conhecem mais — que Haddad esteja com um pé no segundo turno, de acordo com as pesquisas. Se os brasileiros de outros Estados compreendessem melhor por que Haddad é tão impopular em São Paulo, dificilmente ele estaria na posição em que está na corrida presidencial. / José Fucs

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO