13.02.2019 | 14h53

Disputa mineira por CPIs de Brumadinho

Já existe uma CPI de Brumadinho na Câmara, uma no Senado e, agora, a bancada mineira de deputados, capitaneada por Rogério Correia (PT), pretende protocolar uma CPI mista sobre a tragédia ambiental ocorrida em Minas. “As iniciativas todas são válidas, mas nosso objetivo tem que ser o mesmo. Não pode ser CPI do Zé ou do Manoel, precisamos ter CPI forte que dê resultado efetivo”, disse o deputado Diego Andrade (PSD-MG) ao Broadcast Político, mobilizado para colher assinaturas da comissão mista.

Por outro lado, outro conterrâneo das Alterosas do campo aposto ao de Correia, o senador Carlos Viana (PSD-MG), avalia que uma CPI mista “demora muito”. “Ele (Davi Alcolumbre, presidente do Senado) entendeu isso. Nós teríamos de trabalhar a pauta da Câmara, a nossa pauta, a agenda dos senadores e agenda dos deputados. É um assunto muito amplo e há vários recortes que podem ser trabalhados em separado para evitar duplo trabalho”, disse ele.


Mais conteúdo sobre:

BrumadinhoCPI
VOLTAR PARA O ESTADÃO