02.11.2018 | 07h20

Discurso das maiorias

A vitória de Donal Trump suscitou um movimento de “resistência” de grupos perdedores da eleição da sociedade civil, que é o que deve ocorrer também no Brasil. Nos EUA, a defesa de pautas identitárias por parte dos democratas, que não falam de maiorias, se contrapôs à adesão dos republicanos à uma agenda nacional vitoriosa, como o combate à corrupção, segurança e o papel do Estado na economia.

“Aqui, no Brasil, enquanto estiverem gravitando em torno de um partido acusado de corrupção, os simpatizantes da esquerda podem até descobrir uma energia insuspeitada. No entanto, a chance de essa energia se dissolver em vão é muito grande”, escreve Fernando Gabeira, no Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO